Make your own free website on Tripod.com
AMIGAS Online*
Atualizações | Clube das Amigas | Horóscopo | Comportamento | Cinema | Música | ESPECIAL VERÃO | Moda | Maquiagem | Cabelos | Namoro | Depilação | Alimentação e Dietas | ACNE | Celulite | Estrias | Cirurgias | Beleza | Anorexia e Bulimia | Bronzeamento Artificial | Amizades | Modelo | Pele | Perfumes | Saúde | Sexo | Etiqueta | Exercícios | Tatoo e Piercing | Sobrancelhas | Unhas

Home









Cabelos

Tudo Para você Cuidar Dos Seus Cabelos

Cabelos

TenDência Do Verão

Claro que existem algumas tendências básicas, mas nada tão complicado assim.
A moda, dessa vez, pede cabelos selvagens e meio largado, estilo Gisele, sabe?
Isso vai chamar "natural chic"!
Os cabelos são cacheados, volumosos e assanhados, como se não fossem penteados um tempão.
O corte desfiado vai servir também pra esse estilo, porque vai deixar tudo ainda mais largadão, com vários comprimentos e na hora daquela escovinha fica show, né? As franjinhas também vão ser o que há, mas infelizmente só pros cabelos lisos.
Esse look vale pro dia-a-dia e pra night também, mas nada impede de fazer aquela escovinha básica, pra quem não gosta dos cabelos crespos ou cacheados e não quer seguir a moda. Agora a chapinha deu lugar ao Maby Liss e ao difusor. Carregue esses acessórios na bolsa pra onde for e garanta um visual in e moderno.

Alisamento Japones

Alisamento Japonês

Os cabelos lisos continuam em alta. É só andar pelas ruas para ver. E se antes bastava ter um mínimo de bom senso para diferenciar as cabeleiras naturais das que tiveram os fios esticados, hoje em dia a coisa está bem mais difícil. É tecnologia 100% japonesa fazendo a cabeça das meninas dispostas a gastar entre R$ 1.000 e R$ 1.500 para transformar o visual. Chamado de alisamento térmico, o recondicionamento chegou recentemente do Japão via Nova York e veio parar nos principais salões do eixo Rio/São Paulo, para acabar temporariamente os cachos das brasileiras.

Esta técnica associa dois antigos métodos convencionais de alisamento, o químico e o de calor. O calor destrói as pontes de hidrogênio e enxofre que deixam o cabelo encaracolado. Já o químico tem o mesmo fim, mas usa uma substância chamada ácido tioglicólico para abrir a cutícula do fio. Os dois métodos apresentam seu risco se usados separadamente. O calor pode queimar o cabelo e a química pode destruir muitas pontes, levando à quebra do fio. Com a associação dos dois, os benefícios aumentam e os riscos diminuem sensivelmente e não se vê contra-indicação na novidade.
O líscio, produto lançado há sete anos no Japão, tem um princípio ativo que introduz queratina e colágeno nos fios, deixando-os mais brilhantes e lisos. Primeiro é aplicado um produto que alisa, mas ainda não deixa o caimento parecido com o de quem acabou de fazer uma escova. Depois entra o processo de calor, ou seja, a chapinha é colocada delicadamente mechinha por mechinha. Por último, um neutralizante age por 15 minutos, e então o cabelo é enxaguado para secar naturalmente ou no aparelho climasol. O importante é ficar as primeiras 24 horas sem lavar ou prender o cabelo com presilhas e elásticos para não marcar. Quem tem o hábito de tingir o cabelo, deve esperar pelo menos uma semana para pintar. O alisamento funciona de quatro a seis meses. Infelizmente ainda não inventaram um produto que mexa na raiz.
Tudo é quase perfeito mas a única má notícia é que nem todo mundo pode recorrer à novidade. Não é recomendado para mulheres que passaram henê recentemente, e também não é aconselhável em cabelos étnicos, com excesso de reflexos ou que tenham sido alisados recentemente com outros processos. Os fios devem também medir, no mínimo, de quatro a cinco dedos para que a chapinha especial possa ser usada. O alisamento não muda a textura do cabelo, o que não o torna mais fino, e é desaconselhavél que se faça em pessoas com fios muito danificados pois o aspecto quebrado vai ficar mais aparente depois de alisado.

O preço também deixa muita gente de cabelo em pé. Uma única aplicação pode chegar a custar a bagatela de R$ 1.500. E é bom se dirigir ao salão sabendo que você vai levar literalmente um chá de cadeira! Dependendo do tipo de fio e de seu comprimento, o processo pode durar até seis longas horas. Nada que se compare às horas que uma mulher adepta à escova e chapinha perde no cabeleireiro. A tendência é o método se popularizar e baratear com o passar do tempo. Mas, enquanto isso não acontece e para evitar que suas economias fiquem no salão em forma de escovas e chapinhas, uma solução é torcer pela volta dos cachinhos. Já que, nesse mundo, quem está valendo ouro são os lisos.

Cabelos

*Cabelos saudáveis

Se você tem uma alimentação balanceada com certeza terá cabelo saudável. Proteínas e aminoácidos encontrados em carnes, peixes e aves, são matéria-prima para a fabricação do fio.
Uma dieta deficiente, não só em proteínas, mas em outros nutrientes, pode enfraquecer a fibra capilar.
Quem come muita gordura e vitaminas de menos corre o risco de ficar com o cabelo fragilizado.

*Cuidados com os cabelos

Lave-os pelo menos três vezes por semana, para tirar o óleo e a sujeira e use xampu e condicionador para manter os cabelos saudáveis.
Quando os cabelos estiverem molhados é aconselhável que se use só o pente. Se usar o secador, mantenha-o no mínimo 15 cm afastados dos cabelos, para evitar que fiquem ressecados, com as pontas partidas.

OleOsidadE

A limpeza dos cabelos é a razão de ser do xampu. Porém, nos produtos específicos para cabelos oleosos, a ação detergente, de dissolver a gordura presente no couro cabeludo e nos fios, pode prejudicar um pouco o seu cabelo.
O presidente da Associação Brasileira de Cosmetologia (ABC), diz que esse tipo de xampu é menos neutro que os demais justamente para remover o excesso de oleosidade. É a espuma que confere ao produto no momento da aplicação.
Assim sendo, suas fórmulas contêm muitas proteínas vegetais, como o trigo, e atualmente empregam uma série de extratos botânicos e fitoterápicos, a exemplo da malva, do alecrim e da arnica, entre outros. Esses extratos possuem o tanino, componente químico natural contido em muitas plantas, cuja função é atacar e remover a gordura.
O que vale num produto para cabelos oleosos é o equilíbrio. Não deve faltar uma mistura de detergentes de boa qualidade e, por outro lado, não pode haver excesso de substâncias que aumentem a gordura. Denominadas etanolaminas de ácidos graxos, essas substâncias repõem a oleosidade natural que a lavagem retira, razão pela qual são usadas em maior escala nos cosméticos para cabelos secos.
Outro ingrediente importante nessas formulações é o ácido cítrico, que devolve aos fios o brilho. Embora existam várias fontes desse ingrediente, por muito tempo boa parte dos xampus para cabelos oleosos adotou o limão para promover esse benefício.
Como a oleosidade provém do couro cabeludo, é natural que muita gente apresente raízes mais oleosas que as pontas. Portanto, a maior novidade no mercado são os produtos para cabelos mistos, com fórmulas que removem o excesso de gordura e ao mesmo tempo protegem as áreas que necessitam de maior hidratação. Quando o cabelo é oleoso da raiz às pontas, as opções são inúmeras e reúnem os mais variados ingredientes naturais, sobretudo os vegetais.
Assim como quem tem cabelos secos às vezes recorre a uma hidratação profissional num salão de confiança, as pessoas com problemas de oleosidade também podem se valer da aplicação de um reconstrutor nos mesmos moldes.
O produto consiste num xampu de extrema limpeza que remove a oleosidade e todas as impurezas dos cabelos, ao mesmo tempo em que abre as escamas dos fios. Assim, elas recebem melhor as proteínas presentes em sua composição. No entanto, o recurso só deve ser aplicado a cada 15 dias, de preferência por um profissional. Dessa maneira, segundo o cabeleireiro, não há riscos de ressecamento.

**Loironas, mas com saúde nos fios!

Loirona

Um dos processos químicos mais solicitados nos salões de cabeleireiros são as luzes. As loiras nunca estiveram tão em alta no país das mulatas como hoje. Já que os tons claros são a preferencia nacional, resta cuidar muito bem para garantir a saúde, brilho e maciez dos fios. A grande sacada é manter a elasticidade, agora comprometida, dos fios tratados. Para isso você precisa cuidar bem dos seus cabelos:
- Use Umidificadores contendo Pantenol e Proteínas vegetais(Camomila) ou Proteínas animais( Seda) para pentear os cabelos clareados, quando estiverem secos
- Adote as Máscaras de nutrição capilar, que devem ser feitas 1 vez por mês para dar uma força extra a regeneraão dos fios.
- Lave bem os cabelos, escolhendo shampoos adequados.
- Complemente com o Fluido restaurador de pontas, tais produtos "colam" as
pontas abertas do fio, mantendo sua estrutura aderida por algum tempo. Lembre-se que as pontas do cabelo constituem a região mais antiga de todo o fio, podendo chegar ate' 7 anos de vida! Portanto sofreu bastante
com sol, penteados e produtos químicos. Não deixe de cortar as pontas de seus cabelos, mesmo compridos, a cada 6 meses.

**Dicas dos melhores Cabeleireiros

- Com o cabelo úmido, passe o condicionador sem enxágüe ao longo dos fios e, para reforçar, aplique algumas gotas de silicone nas pontas
- Use xampu e condicionador específicos para o seu tipo de cabelo
- Desembarece os fios usando um pente de dentes largos. Comece a fazer isso do meio das mechas para a raiz
- Faça uma hidratação profunda no salão pelo menos uma vez por mês e a cada quinze dias em casa (aplique uma máscara capilar nos cabelos limpos e úmidos, enrole com uma toalha ou touca térmica e deixe por quinze minutos)
- Antes de fazer escova, usar baby-liss, chapinha ou secar o cabelo com escador, proteja os fios do calor dos aparelhos passando fluido de silicone ou produtos termoativos (que entram em ação com o calor, levando nutrientes ao cabelo)
- Aplique filtro solar específico para o cabelo quando estiver na praia, piscina ou sempre que se expor ao sol por um longo período
Não durma com o cabelo molhado. Os fios ficam abafados e, no dia seguinte, certamente você terá problemas pela manhã.
- Não use elásticos sem proteção (como aqueles de escritório), sob risco de arrebentar os fios. Prenda com fru-fru, pregadores ou elásticos encapados.
- Evite fazer rabo de cavalo com o cabelo muito molhado. Abafa, marca e, novamente, pode quebrar a cabeleira.
- Não faça movimentos bruscos com a escova, nem estique o cabelo demais. Os fios têm uma elasticidade máxima que deve ser respeitada; caso contrário, eles ficam ouriçados, quebrados e podem até cair.
- Se tem cabelos crespos, não fique passando as mãos toda hora neles. Ao interferir na sua ondulação natural, as escamas podem se abrir, arrepiando o visual.

Cabelo De Gisele

O refrão "I wanna be Gisele" (Eu quero ser Gisele!) já se tornou um clássico. Afinal, quem é que não quer tirar uma casquinha da beleza da gaúcha que tem o mundo da moda a seus pés? Acredite se quiser, não é tão difícil assim conseguir cachos iguais aos dela.

Gisele

Corte moderno
As baixinhas devem evitar o comprimento excessivamente longo, que encurta a silhueta (só para se ter uma idéia, a top possui 52 quilos espichados em 1,79m). O corte de Gisele bate no peito, a franja está na altura do nariz, a base é mais ou menos reta e um dégradé superleve garante o movimento.

Tom de mel
O fundo do cabelo da ex-namorada de Leonardo de Caprio, um bonito louro dourado, é natural. Já o efeito de queimado de sol é obtido com mechas intercaladas. Batizadas de flash, elas são feitas de forma enviesada. Detalhe: ao contrário da maioria das mulheres, Gisele adora que a raiz fique um pouco mais escura do que o resto do cabelo.

*CorEs*

Cores

A cor é uma questão muito complexa, e pouquíssimos cabeleireiros colorem bem, e você menos ainda. Só por essa razão não recomendamos que você faça coloração ou tente remediar problemas de coloração sozinha. Os resultados podem ser traumáticos, caros e levar anos para se corrigir.
-PROBLEMA: Você clareou seus cabelos e tentou voltar à cor natural, mas resultou numa cor indesejável, ou você escureceu seus cabelos e agora os quer mais claros de novo.
SOLUÇÃO: Há inúmeros fatores aqui. Esse é o problema mais difícil de se resolver. Você não somente precisa ir a um salão, mas ao melhor salão que seu dinheiro possa oferecer.

Conselho de amiga? Consulte um colorista e, de preferência, use produtos profissionais e conceituados no mercado.

PONTAS DUPLAS =(

Nada pior do que fazer uma bela escova, estar com o cabelo lindos e... aparecem elas: as pontas duplas!! Não tem jeito, ela aparecem com o tempo e dizem que seu cabelo está precisando de cudados. Geralmente as pontas do cabelo "se partem, ou dividem" pelo ressecamento causado no dia-a-dia, seja pelos secadores ou chapinhas, ou porque seu cabelo está precisando de um banho de hidratação.
Para eliminar essas pontinhas cortar é o único jeito, e, quando elas não são eliminadas, você fica com a falsa idéia que o cabelo parou de crescer. Os fios crescem pela raiz e não pelas pontas! E a raiz não sabe que a ponta está quebrada. Mas quando a ponta não é cortada, continua se partindo e o crescimento não é percebido.
Nao fique desesperada, porque saiba que você não precisa fazer um corte radical, curtinho. O profissional pode apenas ´limpar` as pontas, a não ser, é claro, que os fios estejam um bagaço. Quando se tem 50% de pontas duplas ainda é possível apelar para os produtos de tratamento e de disfarce, que ajudam a não piorar o problema. Mais do que isso, tem de cortar.
Atenção: se as bifurcações estiverem também ao longo do fio, não dá para cortar, a não ser que você encare o "estilo joãozinho", curtíssimo. A saída, então, é tratar os fios intensamente e cortar as pontas aos poucos.
Depois de se livrar da parte estragada dos fios, os cabelereiros garantem que basta retirar de 0,5 a 1 centímetro a cada dois meses (em geral, o cabelo cresce 1 centímetro por mês) para garantir a beleza do cabelo. Além disso, é muito bom fazer tratamentos de hidratação, porque as pontas duplas vão sempre aparecer - mais ou menos, a depender dos cuidados que você tomar. Ainda mais se o seu cabelo tiver tendência a ressecar e se for danificado pela ação da química de tintura, alisamento ou permanente.
Existe muitos cosméticos a seu favor, mas quando se trata de pontas duplas, as suas maiores armas são os condicionadores sem enxágüe e os reparadores(de pontas) ou fluidos de silicone, que são recursos de emergência e agem colando as pontas temporariamente até a próxima lavagem, que deve ser caprichadíssima, para não deixar resíduos. Esses produtos formam uma película que protege o fio contra as agressões externas e evita a perda de água, o que aumenta o ressecamento.
Tenha sempra à mão:
-Reparador de pontas: à base de silicone, é viscoso e dá maior proteção ao fio. Passe algumas gotas nas pontas, mesmo se o cabelo for oleoso. Se você usa silicone e vai tingir o cabelo, lave-o com um xampu anti-resíduos na véspera, para não alterar o resultado da coloração.
-Silicone: é mais indicado para a extensão do fio do que para as pontas, pois tem maior concentração de água e dá volume extra ao cabelo. Os mais líquidos são ideais para cabelos finos e menos danificados
-Condicionador creme ou balsamo: disfarçam as pontas duplas e dão brilho, mas protegem menos do que o silicone. Os condicionadores sem enxágüe têm fórmula mais fraca e fina, e podem permanecer no fio, tratando sem danificá-lo. Protegem toda a extensão do fio.



Judy Winter
judyamiga@bol.com.br